,

Ideologias – Escolas para adormecer o homem

“No momento em que se massificam, todas as ideologias, inclusive o nagualismo, tornam-se máfias culturais, escolas para adormecer o homem.

Por mais sutis que sejam suas proposições e por mais que tentem validá-las com a corroboração pessoal, elas terminam condicionando nossas ações na forma de recompensa ou castigo, e com isso distorcem a essência mesma da busca. Se o pilar de minha fé é um salário, que mérito possui?”.

“Os bruxos amam a pureza do abstrato. Para eles, o valioso do caminho com coração não é tanto para onde nos leva mas sim quão intensamente o desfrutamos. A fé tem certo valor em uma vida comum, mas não serve para nada diante da morte. Nossa única esperança frente ao inevitável é o caminho do guerreiro”.

“À capacidade de manipular seus apegos mentais os bruxos chamam ‘crer sem crer.’ Eles aperfeiçoaram essa arte até o ponto em que podem se identificar sinceramente com qualquer idéia, e vivê-la, amá-la e descartá-la se for o caso, sem remorsos de consciência. E dentro dessa liberdade de escolha, fazem perguntas de bruxos; por exemplo, por que me aceitar como pecador se posso ser impecável?”

(Encontros com o Nagual, Armando Torres)
(Compartilhado por Arpelau)

2 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *