“Pra abordar o complicado assunto da Totalidade do nosso ser
e conduzir os aprendizes à oportunidade de terem uma visão real dessa Totalidade
(e não só acharem, imaginarem, sentirem ou especularem)
os videntes toltecas apresentam o mistério do Tonal e do Nagual…

.
A ILHA DO TONAL
.

O Tonal é a parte dominante nos seres humanos. :
Captura praticamente toda a nossa atenção durante o estado de vigília,
eclipsando qualquer vislumbre da nossa Totalidade.

Os videntes falam do Tonal como se fosse um ovo,
ou uma ilha,
e dentro desta ilha o Tonal imprime ordem e sentido ao universo da percepção.

A atenção do Tonal é a ferramenta com a qual ele constrói e mantém a ordem do seu mundo
e também é conhecida como a Primeira Atenção.

.
A PRIMEIRA ATENÇÃO
.

A Primeira Atenção é a habilidade que temos de enfocar um objeto ou um grupo de objetos na nossa percepção.
De colocá-los em relevo durante um certo tempo,
enquanto paralelamente nos tornamos menos conscientes do resto.

A Ilha do Tonal tem início com a concepção;
e o nosso Tonal Pessoal e a Primeira Atenção começam lentamente a se desenvolver com o nascimento.
Logo que começamos a respirar,
parte da atenção tende a se enfocar no interior do corpo e a se desnatar.

.
O TONAL PESSOAL
.

O Tonal pessoal recebe um nome ao nascer e com o tempo aprende a enfocar a si mesmo como um objeto com sua atenção.
É educado a aceitar a ideia e o sentimento de ser uma forma na sua ilha,
e assim passa a se experienciar preso no espaço e no tempo, dentro do corpo, rodeado de outros objetos.

O Tonal constrói pouco a pouco um inventário enorme
que ordena todo o conteúdo da percepção em um mundo de objetos conhecidos.
Ele se habitua a enfocar suas próprias criações,
e desenvolve uma visão de mundo que dá a sensação de ser cada vez mais real, inquestionável e definitiva.

Eu, mulher, homem, bicho, árvore, pedra, vida, deus, morte, alma, verdade, diabo, sol, montanha, pássaro,
mente, universo, força, amor, medo, carro, filosofia, átomo, etc…
tudo sobre o que aprendemos a pensar são itens. São conceitos delimitados,
à imagem e semelhança da ilha do tonal.

Mas, apesar de roubar a batuta, o Tonal não é a totalidade do nosso Ser e não pode ofuscá-la pra sempre. Há um mistério vivo pairando para além dos limites da Ilha do Tonal e sussurrando no vazio do nosso peito que o buraco é muito mais embaixo.

(Jeremy Christopher)

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *