“Quando o buscador adentra o caminho do conhecimento no xamanismo, normalmente ele quer respostas, poder pessoal e resultados rápidos.

Porém o que ele quer mais que tudo isso, é que a sua vida mude. Ele acha que participando de rituais, tomando plantas de poder, ficando em volta da fogueira, falando gratidão, entrando na tenda, praticando exercícios xamânicos e tudo o mais, tudo vai mudar, e coisas incríveis e extraordinárias vão começar a acontecer em sua vida. Principalmente quem conhece o xamanismo através da matrix do xamanismo moderno, que promete resultados instantâneos em encontros/vivências placebos de 1 dia, cheios de simbolismos bonitinhos, masturbação mental, mas sem nenhum resultado prático num nível mais profundo e energético; ou engodos virtuais, como avaliação e restauração energética pela internet. Ele acha que entrando nesse mundo místico e ancestral, as oportunidades enfim chegarão e uma nova vida surgirá.

Não que ele esteja errado, realmente uma nova vida pode surgir com o xamanismo, mas não da forma que o iniciante imagina. Espaços xamânicos, plantas de poder, rituais, xamãs, cursos, etc, podem abrir sua mente, mas o verdadeiro trabalho é no dia-a-dia, mudando seus hábitos e sua postura diante do mundo, sem muletas.

O que o guerreiro precisa de verdade é de energia, e isso só ele mesmo, através da sua vontade e intento inflexível, pode providenciar para si mesmo. Ele precisa aumentar seu poder pessoal gradativamente no seu cotidiano, através da sua impecabilidade e seu silêncio interior. Quando o guerreiro se dá conta que precisa morrer em vida, e renascer em uma nova existência, com novos hábitos, sem autopiedade e assumindo a responsabilidade por seus atos e por suas mudanças, aí sim ele vai estar sendo impecável e aumentando sua energia. E aí as coisas vão começar a acontecer.

As mudanças interiores estão nos detalhes, nas rotinas dos afazeres diários, na forma como você vai lidar com seus desafios do dia-a-dia. É preciso paciência e persistência. Não é a sua vida que mudará, ou as coisas da sua vida, ou a realidade a sua volta. O que vai mudar é a sua percepção sobre a realidade.

O que vai mudar é seu estado de espírito.

Impulsionado por suas práticas impecáveis e por um consequente e inevitável aumento da sua energia, o guerreiro desloca seu ponto de aglutinação, que é o centro energético responsável pela nossa percepção, para posições de poder. Gradativamente esse deslocamento vai limpando sua conexão com o Espírito e mudando sua visão de mundo e de si mesmo. Sua vida vai continuar como sempre foi, porém o guerreiro vai estar enxergando tudo de uma forma diferente. Vai estar mais forte, mais lúcido, mais potente, mais profundo, mais real e mais sincero consigo mesmo. Vai perceber a vida de outro jeito.

Não é que as oportunidades vão começar a aparecer; elas sempre estiveram lá, apenas agora você vai conseguir “vê-las” melhor. O mundo e tudo que nos cerca está aí, como sempre esteve. Não é o mundo que vai mudar. O que vai mudar é a relação do guerreiro com o mundo, com as pessoas e consigo mesmo. Não são as coisas que vão começar a acontecer; ele que, graças ao seu aumento de energia e ampliação da sua visão, vai começar a fazer coisas, que antes não fazia.

O que é preciso é acumular energia e abrir o campo de percepção. A partir daí, o caminho está aberto e tudo virá por si próprio.

Nesses termos, o potencial do guerreiro, agora alicerçado pelo seu poder pessoal, tem um solo fértil para ser desenvolvido, e tudo é possível.”

– Juan Tuma

(Ilustração por Janhein, Deviantart:  https://www.deviantart.com/janhein/art/Doors-of-Perception-645988588)

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *