Posts

, , ,

Não somos um feixe particular de emanações

"Não somos a realidade que percebemos agora, nem nenhuma das suas sensações(no sentido de "não estarmos limitados a"). Ela é apenas uma realidade aparente e temporária que depende da posição onde se encontra o ponto de encaixe.Quando…
, , ,

Um nagual é vazio e seu vazio reflete o Infinito

"“Um nagual é vazio. Esse vazio não reflete o mundo, reflete o infinito. Um nagual não tem impetuosidades de sua parte ou auto-afirmações a fazer. Não há a mínima necessidade de ter queixas ou remorsos. Seu vazio é o vazio de um…
, , , ,

O vazio do guerreiro

"A recapitulação firme, constante e consciente leva o guerreiro inevitavelmente ao vazio interior. Contudo ser vazio não é sentir falta de algo ou não ter sentimentos. Muito pelo contrário O vazio do guerreiro reflete o vazio do…
, , , ,

Libertando os olhos da intenção do tonal

"Quando se lida com o nagual, nunca se deve olhar para ele diretamente. Você hoje esteve olhando atentamente para ele, por isso foi abatido. O único meio de olhar para o nagual é como se fosse uma coisa normal. É preciso piscar para poder…
, ,

Quem é Juan Matus?

Castaneda narra neste capítulo de "O Lado Ativo do Infinito" novamente detalhes do encontro com dom Juan na estação rodoviária de Nogales, coisa que o já fizera de várias formas nos livros anteriores, e sem com detalhes esquecidos. A impressão…
, ,

O vazio que é cheio até a borda

“Falei a Dom Juan que meu conflito era oriundo das dúvidas suscitadas pelas palavras dele a respeito da loucura controlada. - Se nada importa realmente - disse eu - ao se tornar um homem de conhecimento, a pessoa se encontrará forçosamente…
, , , , ,

A parte final da Explicação dos Feiticeiros: o tonal indescritível

"- Fazer a razão sentir-se segura é sempre a tarefa do mestre – disse ele. – Ludibriei sua razão fazendo-a crer que o tonal era responsável e previsível. Genaro e eu nos temos esforçado para lhe dar a impressão de que somente o nagual…
, , ,

O amor pela Terra: a predileção de um guerreiro

"Ele se dirigiu a mim em particular e disse que uma vez eu lhe dissera que a vida de um guerreiro era fria e solitária e sem sentimentos. Acrescentou que até aquele momento preciso eu estava convencido de que era assim. - A vida de um guerreiro…
, , ,

O Olho do Dragão

"— Você poderá dizer que meu trabalho é belíssimo ou que estou perdendo meu tempo—disse, dando outro ponto —, mas isto não afetaria minha serenidade interior. Esta atitude é chamada de "conhecimento do próprio valor". — Fez uma…