O Segredo de Carlos Castañeda (trailer, com depoimentos)

Michael Harner

Carlos nunca trabalhou com um xamã real, ele trabalhou com um feiticeiro, Dom Juan. Ele contou suas incríveis histórias e perguntamos se ele poderia escrevê-las, então ele começou a escrever um pouco e ele tinha um ótimo senso de humor, aliás, um homem muito divertido.
Dissemos isso é ótimo, traga outro, traga outro e logo ele tinha quase um livro.

Tony Karam

Eu penso que a linhagem de Castaneda era única, não há outros feiticeiros ou linhagens que fale do jeito que ele fala.

Renata Murez

Às vezes nos perdemos em todas as histórias, as vezes ficamos em todas as histórias. Mas realmente percebemos que o que ele alcançou em seus livros é algo que cada um de nós pode alcançar. Eu me sentei aos pés de muitos professores, escutei muitas histórias, mas nunca ouvi o suficiente sobre como eu poderia fazer aquilo. Mas então havia esse homem Carlos Castaneda que disse: Você pode fazer isso, você é muito mais do que pensa que é. Me deixe te mostrar o caminho.

Bruce Wagner

Ele era muito bem apessoado, e ele era uma das pessoas mais engraçadas que eu já encontrei na vida, eu quero dizer, ele era um mímico sublime, ele podia imitar qualquer um, incluindo eu.

Sven Doehler

Ele nos mantinha esperando, e esperando, e esperando até que a tensão dramática subia, até que de repente ele aparece no meio do carnaval, pula no palco e imediatamente desafia: “Vocês pensam que eu sou Carlos Castaneda? Como vocês sabem? Como vocês sabem que não estou fingindo ser?”

Stanley Krippner

Ele pode muito provavelmente, ter sido arrastado pela sua imaginação, pelos seus sonhos, pelos seus, podemos dizer, estados de fronteiras da consciência.

Michael Murphy

Então em outras palavras, um autor pode escrever um personagem, particularmente ele mesmo, como Carlos fez. Quando você está escrevendo este tipo de literatura, você está onde as pessoas são muito vulneráveis, você está jogando com uma necessidade humana e também uma fraqueza.

Sergey Moskalev

Para mim, o que há de importante em Castaneda é o mesmo que eu gosto no sufismo, que suas conversas aconteciam em, vamos dizer em um café em um posto de gasolina. Ali está ele, aqui e agora, você sabe, ele poderia estar em um fast food ou sentado naquele banco.

Stanislav Grof

Ele via o que ele estava fazendo, como uma preparação para a morte, mas não para alcançar uma morte pacifica, ele meio que tinha essa imagem da pós vida como sendo um faroeste cósmico, com muitas entidades maléficas e ele tem de estar preparado e forte, ele não vê a morte como uma jornada interessante.

Grigory Kovalev

Em um certo ponto, notei que meus olhos pararam de olhar, como se não houvesse nada pra olhar no mundo exterior e eu não fosse mais humano. Eu consegui abrir meus olhos e não vi pessoas, mas uma floresta ao redor.

Arnold e Amy Mindell

Eu terminei, passei para a editora e a editora disse que realmente devíamos checar com Castaneda e Castaneda disse: Não! Não publiquem ainda
–Sério?
–Sim, então eu esperei, graças a Deus por Castaneda

Sem nome

Quando eu estava saindo, esse homem olhou pra mim de um modo muito estranho e penetrante, se lançou atrás de mim e bateu muito forte nas minhas costas, fiquei muito chocado e é claro meu dialogo interno parou completamente de um jeito que pude ter um vislumbre da natureza da mente, e ele sorriu pra mim e disse: Esse é o modo como vão te reconhecer no futuro e então ele saiu e eu nunca vi ele novamente
–Você acha que era Dom Juan?
– Carlos disse que era Dom Juan e que foi ele que me marcou e aquele foi o sinal que ele viu aquela tarde naquele auditório.

(Tradução por Adilson A. dos Reis)

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *