, , ,

Dicas da Família Doble #2: Resgatando o Lado Esquerdo do corpo (ou Direito, se é canhoto/canhota)

“É possível pra qualquer ser humano começar a reverter a situação do desequilíbrio tonal/nagual começando a usar conscientemente o lado invertido do corpo nas coisas do dia a dia.

E é possível tomar gosto por esse processo de tal forma que se ele torne completamente natural.

O primeiro vidente da Família Doble concebeu o exercício prático para os tempos modernos chamado Caminho do Invertido, um exercício que dispensa mestres, gurus, psicólogos, que pode ser “adicionado” a qualquer outra prática ou caminho que se siga, independente de qualquer ideologia, filosofia ou religião em que se acredite (não precisa nem sequer ser “nagualista”), e onde a meta é chegar a ser capaz de inverter completamente o lado do corpo que é usado em todas e cada uma das ações do dia a dia, pequenas e grandes.

O que passa, no processo, por desenvolver os três primeiros atributos do guerreiro: controle, disciplina e paciência,  aprendendo a segurar o ímpeto de pressa e perfeccionismo do lado direito, e a lidar com o sentimento de inabilidade do lado esquerdo (ou o inverso, se você é canhoto/a).

O lado direito aprende a arte do silêncio, paciência e apoio com o lado esquerdo, e o lado esquerdo aprende a arte de participar ativamente no mundo com o lado direito (ou o inverso, se você for canhoto/a). Aprendemos a ter a coragem de agir a partir do nosso lado tido como “fraco”, inseguro(a), desajeitado(a), reduzindo também a autoimportância do nosso lado “forte” que passa apenas a apoiar.

Os videntes ambidestros perceberam que esse exercício além disso é um não-fazer aplicável a todas as coisas: ao descascar e cortar legumes, cortar com a mão invertida… ao caminhar, dar a passada com a perna invertida… ao escovar os dentes, cortar o pão, usar o mouse, segurar o celular, pegar o copo, se depilar, maquiar, barbear, abrir a porta… cada pequena rotina pode ser feita com o lado invertido, trazendo uma perspectiva nova pro dia a dia. Ainda que não se mude o que se faça. Basta apenas um pouco de intento e consciência, que em pouco tempo, o caminho da inversão se torna um prazer.

Pouco a pouco, a vida nos sonhos vai se recuperando… A relação com o sexo oposto também vai se sanando, pois fisicamente a mulher restaura o contato natural com nagual, para então ter uma base de força pra desenvolver sua masculinidade, e o homem aprende na prática com seu corpomente a fazer o invertido de si, a apoiar a ação pelo lado feminino. E a relação sai do molde chato de divisão rígida de papeis, ficando mais viva, fluída, trocando a perspectiva de separação das energias para uma perspectiva de integração e aprendizado mútuo.

Os videntes ambidestros viram que chega naturalmente um momento de amadurecimento pra cada uma e um de nós, onde o lado esquerdo desperta a consciência de si mesmo, e percebe sua ligação direta com o nagual.

E o ser humano se torna capaz então de ter em cada lado do corpo, uma casa pra lidar imediatamente com as duas energias.

E, principalmente, tendo os dois lados do corpo conscientes, o ser humano recupera o equilíbrio do “meio” do seu corpo físico, por onde se abre a passagem pra recuperar a totalidade do seu casulo luminoso.

Basta compreender o princípio, e começar pouco a pouco a integrá-lo no seu dia a dia, curtindo o processo, sem pressa pelos resultados.

Boa Jornada! Garantimos que a viagem valerá a pena!”

– Família Doble

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *